16 de abril de 2012

9

Viagem: Chile (Valparaíso, Viña del Mar e vinícolas)

Continuando o meu post sobre a viagem ao Chile, vamos viajar mais um pouquinho???

Para ir a Valparaíso e Viña del Mar, nós contratamos um passeio pela empresa Rodotur no Terminal Alameda, ainda em Santiago. É muito fácil, pois entrando no terminal você logo vai ver alguns funcionários da Rodotur com uma camiseta ou colete azul.

É uma empresa muito boa, as pessoas são simpáticas e o passeio saiu conforme o combinado. Compramos o pacote que dava direito a conhecer Valpo e Viña, só que preferimos ir de ônibus até Valpo e iniciar o passeio de lá, ao invés de sair de Santiago com a própria Rodotur.

Foi uma ótima opção. Os ônibus saem de 15 em 15 minutos para uma viagem de aproximadamente 1 hora e meia. Fomos em um ônibus muito confortável, do tipo double deck, vendo uma paisagem tão deslumbrante que literalmente não percebemos o tempo de viagem.




Descemos do ônibus e já encontramos uma salinha da Rodotur. Procuramos por um funcionário que logo nos encaminhou junto ao grupo para começamos nosso passeio.
O tempo neste dia estava bem diferente de Santiago. Enquanto Santiago estava fazendo céu azul e calor de 30 graus, em Valpo e Viña estava bem friozinho com bastante neblina.

Em Valparaíso os pontos interessantes são bem distantes um do outro, com subidas intermináveis e, além disso, como é uma cidade portuária, sempre é bom prestar atenção. Geralmente cidades que tem porto existe um índice de roubo, criminalidade, prostituição e drogas mais evidente, deixando claro assim a vantagem de ter contratado um tour.
Apesar de não gostar muito de contratar city tours, achamos que foi uma ótima escolha, e deu para ver bem o clima da cidade e seus maiores pontos turísticos. Apesar do tempo não estar com céu aberto, o qual destacaria mais os coloridos das casas, foi bem interessante o passeio e as fotos ficaram legais.

Valparaíso:

Esta construção grande que aparece na foto abaixo é o Congresso Nacional do Chile.



Pablo Neruda é um dos mais importantes poetas da língua castelhana do século XX, o qual tem 3 casas espalhadas no Chile, uma bem diferente da outra: La Chascona fica em Santiago, La Sebastiana fica em Valparaíso e Isla Negra que fica no litoral chileno, ao sul de Valpo. O problema é que não se pode tirar fotos e nem filmar dentro das casas, mas vale a visita.

Claro que não deixamos de visitar a La Sebastiana em Valpo.


Achei tão fofo o vasinho de pimenta e de morangos...


Foto da casa La Sebastiana do lado de fora!


Vejam que rua colorida. Linda né???


Plaza Sotomayor.


Trólebus de Valpo.


Este funicular é muitooo antigo. Foi o mais antigo que subimos até hoje... Olhando dá um medinho, mas depois que está lá dentro, é muito bom... rs.




Esta casa azul está sempre em guias e é um restaurante. Construção bem antiga e legal de admirar, bem ao lado do funicular.


O porto é de assustar... Muito grande e movimentado. Até 1914, Valparaíso era o principal porto da costa oeste da América Latina, conectando o continente com a Ásia e a África.



Viña del Mar:

Esta cidade parece mais moderninha, e tem uma avenida principal bem larga, cheia de lojas e construções mais modernas. Bem legal de andar por lá.

Depois da visita a Valpo, o tour seguiu para Viña. Este emblema de Viña, o Relógio de Flores, é imperdível, sendo construído em 1962.
Ele estava em manutenção, mas mesmo assim a praça interira é bem linda!



Depois fomos almoçar, eba!!! O guia sugeriu este restaurante que fica na praia de Reñaca, e acatamos a dica. Restaurante muito bom onde comemos mariscos frescos, bebemos um bom vinho, além do atendimento perfeito. O preço não é dos mais baratos, mas lá dentro é bem legal e com vista para a praia.


Este é um dos hotéis mais chiques em Viña del Mar. Muito movimentado e bem frequentado!


Para nós, o auge do passeio em Viña foi chegar neste lugar!!!! Este é um Moai original que veio da Ilha de Páscoa. Fora de lá, só podemos encontrar em dois lugares no mundo: este em Viña e outro que está no museu de história natural de Nova Iorque.
O Moai fica em frente ao museu Fonck, onde tem história e objetos dedicados a cultura de Rapa Nui.

Eu e meu marido ficamos encantados de poder ver, tirar foto, chegar perto e contemplar este Moai... Realmente algo que não tem explicação!!!!


Vejam o museu...


O tour terminou no parque Quinta Vergara, onde tem valiosas construções como o Palácio Vergara, o Anfiteatro (onde são realizados festivais de Viña), e o moderno museu Artequin.



Este casarão foi construído em 1910 como residência da família Vergara, onde depois foi convertido em museu e escola de belas artes.
Acontece que em fevereiro de 2010, teve um terremoto que atingiu muito esta construção, causando grandes danos. Hoje ela está interditada e futuramente será reformada. Dá para ver rachaduras grandes, teto meio caído... Triste de se ver!!!





Vinícola Concha Y Toro:

Que lugar maravilhoso este... Vale muito a pena visitar e curtir o local!!!

É muito fácil de chegar. Você pega o metrô até a estação Las Mercedes, depois pega um táxi até a vinícola ao custo 3.000 pesos (em março de 2012).
Como fomos em baixa temporada (apesar de encontrar muitos turistas), não precisamos fazer reserva. Chegamos lá, pagamos, e já tinha uma visita no mesmo momento.

A vinícola é linda e o tour é muito bom. Uma boa parte do percurso é dedicado aos vinhedos, onde se tem uma vista maravilhosa e, dependendo da época, dá para ver as uvas em ponto de colheita. Nós conseguimos ver, eba!

Antes de ir para a área interna da vinícola, já passamos por uma degustação de vinhos, rs.
Posso falar que não é nada maçante porque a história da vinícola é muito legal. Seguindo para a próxima área interna, o guia coloca o grupo em uma sala bem escura, fecha a porta e sai... Daí uma voz conta a história do Casillero Del Diablo, que tanto define o principal produto da vinícola!!!!
Saindo desta sala escura, fomos para a degustação final, onde cada integrante do grupo ganha uma taça de recordação.

A vinícola tem uma loja onde pode-se comprar vinhos por ótimos preços, e também um restaurante para comer alguns petiscos (alguns queijos ótimos) com taça de vinho.

O ambiente é delicioso. Nós preferimos ficar do lado de fora já que não estava muito quente. Havia uma paz tão grande no local, que até uma pavoa se aproximou e ficou toda fofa andando de um lado para o outro, sem medo das pessoas, rs.

Aproveitamos para beber o espumante e o vinho rosé que são maravilhosos.

Mesmo que você já conheça todo o processo de vinificação, vale a pena visitar a Concha Y Toro. É interessante ir com tempo para depois relaxar no restaurante, e curtir por várias horas como nós fizemos, rs.












Vejam a pavoa que linda!!!



Vinícola Cousiño Macul:

Fomos visitar após ler alguns depoimentos pela Internet. Muito fácil de chegar também. É só pegar o metrô até a estação Quilín, e lá pegar um táxi ao custo de 2.000 pesos (em março de 2012).
Esta vinícola não é tão legal. O atendimento na recepção não é tão agradável, e quando chegamos, não havia nada para ver. Não existia movimento de turista como vimos na Concha Y Toro. Enfim, se tiver pouco tempo, nem arrisque-se em ir a Cousiño Macul que é perda de tempo. Aproveite a Concha Y Toro que é muito show!!!

Espero que tenham gostado dos dois posts sobre a viagem.

Beijos :o)

9 comentários:

Ju disse...

Ô delícia de viagem e que lugar maravilhoso você escolheu.
Obrigada por compartilhar coisas tão lindas e interessantes.
Agradeço a visita. Os tucanos são algo especial na fauna sul-americana.
Uma ótima semana!
Beijo
Ju

Re Vitrola disse...

Que lindas fotos, que passeio gostoso...
O Chile é um lugar que visitaria, certamente.
Beijos!

Day disse...

Que lindo, Carol! To vendo que vale a pena a viagem ao Chile! E logo eu que sou apaixonada por Neruda!

beijos e continue nos mostrando mais da viagem! :)

Day disse...

Oi Carol! Obrigada também pela visita e voce ta certíssima! A gente tá nessa vida pra aproveitar! Mas às vezes, a situação exige mais coragem da gente que o normal, como é o meu caso. Eu nao vou so viajar pra passear. Estou indo morar na Argentina, pois meu namorado é argentino e me pediu em casamento e eu aceitei... entao, é uma nova etapa....frio na barriga de casar, frio na barriga de morar noutro país...minha vida vai mudar radicalmente...mas é isso aí...passr por cima do medo! :)

Beijos e apareça quando quiser! :)

VERA MORAES disse...

Carol vim agradecer sua visita e me deparo com tudo isso!!! Confesso que terei que voltar mais calma para poder ler TUDINHO!!! Mas já me encantou as vinicolas. Sou apreciadora de um bom vinho e os chilenos estão entre os meus preferidos. Grande Bjo! Parabéns pela viajem!!!

Pepa disse...

Oi Carol, é a Vi, que viagem maravilhosa, pelo menos as fotos são maravilhosas, e você corajosa em andar no funicular, que nome ein?
Amei as vinicolas, gostaria que meus pés de uva produzissem uvas mais doces.
Muitos beijos,Vi

ANDRÉA disse...

Bom Dia Flor do Dia,
Obrigada por compartilhar essas imagens maravilhosas.

Bjs
Andrea

Suzyy - Vaidades Femininas disse...

Carol, olá? Menina, vc curtiu muito não foi??? Delícia poder sair e viajar. Muito Legal. Bjs
www.blogdasuzyy.blogspot.com

lucarvarlho43@gmail.com disse...

menina adorei seu post sobre a viagem ao Chile. Você me saiu uma ótima guia turistica. Parabens pela descrição de sua viagem. Quando for já tenho roteiro. rsrsrrs beijo.

Postar um comentário