7 de fevereiro de 2013

24

Viagem: Bélgica (Bruxelas, Bruges, Gent e Antuérpia)

Chegamos cedo em Bruges, deixamos as malas no hotel e saímos para andar na cidade. Logo nos primeiros minutos já ficamos encantados com a cidade. Bruges é uma cidade muitooo fofa, charmosa e romântica.
Fomos no outono, tivemos uma sorte grande dos dias estarem lindos e é uma cidade onde o amor está no ar, rs.
A cidade é cheia de becos para se perder sem pressa, lojas de cervejas de tirar o fôlego e as lojas de chocolates para perder a cabeça, rs.
Bruges também estava bem cheia de turistas, parecia alta temporada... Muitos casais de qualquer idade!!










Visitamos as igrejas e uma é mais linda do que a outra, inclusive a igreja Sagrado Sangue de Jesus é totalmente impressionante de tão linda. Toda pintada a mão com mil detalhes.
Nesta igreja é onde tem uma pequena amostra do Sangue de Jesus... Nossa, é de arrepiar!!!
Detalhe, esta igreja a visita é gratuita, apenas você dá a quantia que quiser para ver o Sangue de Jesus. Vale muito a pena!!!









Bruges só tem uma coisa ruim. Você precisa se controlar para não bater mil fotos em meia hora, hehehe.

Fizemos o passeio de barco que é muito legal... O passeio é pelo canal, passando por lugares onde você tem outra perspectiva. O guia vai explicando cada detalhe e as fotos saem lindas, principalmente se o tempo estiver com sol e céu azul, como aconteceu neste dia!!
O passeio dura 30 minutos e recomendo. Vale a pena!








A cidade é pequena, então você consegue visitar muita coisa em pouco tempo, então aprecie com calma, ande devagar, curta cada momento neste lugar porque será inesquecível.
Parávamos em lugares fofos para tomar várias cervejas deliciosas... Algumas não chegavam aqui no Brasil, outras já conhecíamos, mas o detalhe é que lá é muito barato. Dá para se esbaldar, hehehe.

Bebemos 2 cervejas maravilhosas como a Pannepot que não chegava no Brasil, mas agora já chega e inclusive já tomamos aqui também e a Orval não filtrada. Nós já conhecíamos a Orval, mas essa sem filtrar foi novidade.
Provamos também a Viven Imperial Ipa, que não chegava no Brasil até então. Muito boa!
Conhecemos também a Duvel Tripel Hop que é muito raro chegar no Brasil. Já conhecíamos a Duvel normal, mas esta ainda não. Muito forte e boa.
Para finalizar este dia bebemos a Cuvée de Ranke, que é uma cerveja bem equilibrada e bem azeda. Não é para qualquer paladar, porque o azedo não agrada todos os paladares. Aconselho para quem realmente gosta de cervejas diferentes e que já estão com os paladares evoluídos.
Eu e meu marido já havíamos degustado outras cervejas azedas, mas faltava esta. Simplesmente adoramos!







A manhãs eram de neblina bem baixa e o sol saindo querendo aquecer... Saíamos para andar e curtir este clima tão delicioso e romântico. Geralmente Bruges tem o céu cinza, mas a sorte estava ao nosso lado, porque teve sol e céu azul sempre.

Outra igreja linda é a Onze Lieve Vrouwekerk. Nela está a obra Madonna de Michelangelo. Uma das raras obras de Michelangelo fora da Itália.
Nesta mesma igreja você vai ver as tumbas do Rei e Rainha de Bruges da época medieval. Tem também algumas tumbas lindas com pinturas na pedra.









Passear pelo jardim do convento das freiras é muito gostoso e rende boas fotos.




Tem o tour na cervejaria Halve Maan, que por sinal é muito bacana. O tour é muito bem feito, mostra exatamente como tudo começou e cada etapa da cerveja.
Nosso guia era um senhor muito hilário que fez nosso tour ficar mais alegre e divertido. No final é claro que bebemos cervejas, rs.








Visitamos várias e várias lojas de cervejas e copos. Infelizmente existe limite para trazer coisas para o Brasil, hehehe.

Todas as noites saíamos para curtir o friozinho, a cidade iluminada de uma forma delicada e ver o agito da cidade.
Em todas as noite bebíamos preciosas cervejas em lugares lindos. Existe um bar que chama-se Staminnee de Garre, onde é o único lugar no mundo que vende a cerveja Tripel de Garre, que é uma Belgium Strong Blond Ale. Esta cerveja realmente é sensacional!!!
Para você ver a exclusividade, não pode ser servido mais de três copos desta cerveja por cliente.



Outra cerveja que tomamos em uma dessas noites foi a La Corne, que esta não chega no Brasil por enquanto (até neste momento que escrevo o post. porque da noite para o dia ela poderá chegar).
O copo é muito legal, em formato de chifre. Quando a cerveja chegou para nós nem preciso dizer que foi a sensação do bar, hehehe. Todo mundo olhando, sorrindo e várias outras pessoas querendo a cerveja, só por causa do copo, rs.
Cerveja muito boa. Trouxemos o copo (óbvio), mas ainda aguardando chegar a cerveja no Brasil.



Outra cerveja que gostamos muito foi a Hopus, que o copo também é lindo!!! Muito boa!



Também tomamos a Hoegaarden de Verboden Vrucht,que já chegou no Brasil, mas nunca mais vi. Bebemos a Gulden Draak que já chega o Brasil... Enfim várias e várias outras!!!



Nem preciso dizer o quanto bebemos, rs. As cervejas são bem fortes, mas muito bem trabalhadas. Claro que precisa comer e estar acostumado a beber cervejas especiais como estas.
O frio a noite era grande, então depois de beber tantas cervejas boas, andávamos pelos becos, admirando a noite, a neblina caindo, as luzes até chegar no hotel, rs.


Para nos despedirmos de Bruges (que é uma das cidades mais lindas que já vimos e praticamente foi a cidade auge da nossa viagem), saímos a noite para beber a cerveja mais difícil do mundo de se encontrar.
Considerada pelos apreciadores de cervejas e pelos sites conceituados como a melhor cerveja do mundo: Westvleteren. Ela é assim, sem rótulo (pelo menos quando fomos lá). Degustamos a 12 e a 08... A cerveja é um espetáculo!! É uma emoção para nós que gostamos estar a frente desta cerveja. Realmente foi um momento muito especial para nós! Tomamos a cerveja considerada a melhor do mundo juntos... Foi um momento de apreciação, degustação, paparico e elogios para a cerveja, rs.




Depois do jantar maravilhoso, com a cerveja ultra especial, saímos felizes e andando pela cidade. Sentindo a neblina no rosto, conversando, sorrindo e vendo ainda os detalhes da cidade. Foi difícil se despedir de Bruges.









Antuérpia:

Fizemos um bate e volta de Bruges para Antuérpia. Demorou mais ou menos 1 hora e 20 minutos de trem.
Antuérpia é a segunda maior cidade da Bélgica, então não tem tanto charme. Vale a pena conhecer se você tiver um tempinho sobrando.
A estação de trem já é um ponto turístico, porque é linda com uma construção antiga e preservada.
Andamos por Antuérpia e conseguimos conhecê-la em 1/2 dia. Fomos a praça central (um dos pontos fortes da cidade), depois visitamos as igrejas, onde uma delas é a Basílica de São Bartolomeu.














Depois fomos até o castelinho, tiramos algumas fotos da cidade e nos despedimos.




Gent:

Depois de conhecer Antuérpia, fomos até Gent que demorou 1 hora.
Assim que chegamos em Gent já amamos logo de cara. Bem melhor que Antuérpia. Se tiver pouco tempo e tiver que escolher, prefira conhecer Gent.
Em Gent, tem canais, castelo lindo em perfeito estado, passeio romântico de barco, linda catedral, um campanário lindíssimo, construções medievais, bares, cafés e restaurantes charmosos.
É uma mistura de Amsterdam com Bruges. Vale a pena!!!






















Bruxelas:

Saímos de Bruges para Bruxelas em 1 hora. Assim que chegamos, fomos logo deixar as malas no hotel e corremos para um bar super famoso e ponto turístico que chama-se Morte Súbita. O lugar é bem legal, comida boa, e é claro tem que beber a cerveja Morte Súbita. Esta cerveja é bem azeda, então se não está acostumado é melhor pedir outra. O atendimento é excelente!!!







Sair andando pela cidade é a melhor opção, já que muitas coisas ficam próximas uma das outras.
Visitamos a Gran-Place, museu do chocolate, museu da cerveja (bem fraco e não aconselho), igreja, a estátua do menino fazendo xixi, parque de Bruxelas, Palácio Royal, a Basílica Sagrado Coração e o Palácio da Justiça.























Não podíamos deixar de visitar o maior pub do mundo Delirium Cafe. É muito grande, com vários ambientes, cheio de gente (maioria jovens) e muitaaas cervejas diferentes. Lugar lindo e um dos templos para quem ama cervejas especiais.
Tinha uma cerveja verde feita de cacto que nos arriscamos a beber. Não é boa, mas foi divertido, rs.










Bebemos as cervejas Tongerlo Prior e Abbaye D'Aulne que foi a primeira triple escura que vimos até hoje.


Fomos visitar a cervejaria Cantillon. Vale muito a pena, porque está cervejaria é muito artesanal e é a única cervejaria que faz a verdadeira Lambic.
O tour é muito interessante, você faz sozinho com um folheto auto explicativo. Realmente bem didático!



Como o transporte público é eficiente, fomos lá ver o Atomium e o Mini Europe. Foi muito bom ter ido, porque vimos uma parte nova de Bruxelas.
Vale a pena subir no Atomium e visitar a Mini Europe, pois os detalhes encantam a qualquer olhar.
O dia estava lindo e as fotos ficaram maravilhosas.











Espero que tenham gostado. Foi uma viagem deliciosa, onde voltamos mais cultos e com a alma mais feliz!

Beijos :o)))



24 comentários:

Anônimo disse...

Adorei seu blog. Iremos para a Belgica em setembro. Foram informações muito boas.A propósito, vocês gostam muito de cerveja!Meu marido também.

Anônimo disse...

Adorei seu blog. Muito bom mesmo.Em setembro iremos para a Bélgica e os comentários foram esclarecedores.O mundo lilás seria muito alegre!

Letícia Rocha disse...

Oi Carol, meu nome é Leticia, adorei as dicas da sua viagem! Estou indo agora em setembro e farei o mesmo roteiro. Gostaria de saber mais detalhes de como você fez a visita a Westvleteren.. pelo que li em outros sites e blogs seria necessário estar de carro ou ir com algum guia, farei esta viagem sozinha e não sei bem como fazer a visita e como estarei tão pertinho não queria peder a oportunidade!

Carol Vieira disse...

Olá Letícia, tudo bem?
Então, nós tomamos a cerveja Westvleteren, mas não fomos até lá. Só que realmente você vai precisar de carro sim, sem chances de ir de outra forma.
Estou a disposição.
Bjs :o)

Taciane Macedo disse...

Oi Carol tudo bem? Tenho a mesma duvida da Leticia, queria muito provar a cerveja Westvleteren. Você bebeu em Bruges? Que local? Eu li também que você fez Antuérpia e Gent no mesmo dia, mas como vou ficar em Bruxelas, sera que saindo de Bruxelas cedo eu consigo conhecer as duas no mesmo dia? Obrigada

Carol Vieira disse...

Olá Taciane,

Nós bebemos a Westvleteren em Bruges, especificamente neste lugar: http://www.cambrinus.eu/default.htm.

Lembrando que a Westvleteren 12 é sazonal, então é certeza encontrá-la de agosto a novembro.
Agora se quiser comprar para trazer embora, é fácil encontrar em diversas lojas de cerveja espalhados por Bruges. Só precisa pesquisar preços! :o)

Acho que saindo de Bruxelas você vai ser muito corrido e não vai valer a pena. Se tiver que escolher um dos dois vá a Gent, sem dúvida é a melhor!

Espero ter ajudado! Estou a disposição.

Beijos e obrigada pela visita no blog.

Mariana de Souza Vidal disse...

Olá Carol, tudo bem? Estou indo para Bruges no começo do ano e de lá vou para a Antuérpia.. vocês foram de trem? Você pode me indicar? Eu estou procurando e não consigo achá-lo. Obrigada

Mariana de Souza Vidal disse...

Olá Carol, tudo bem? Vou conhecer essas cidades e queria uma dica... como você foi de Bruges a Antuérpia? Não estou conseguindo achar um meio. Obrigada

Joseane Ramos Duarte disse...

Estive em Bruges, mas peguei muita neve. Quase congelava rsrsr. Mas, a viagem foi ótimo e lá tem muita artesanato em renda. Bjs
tudonanecessaire.com

Anne disse...

Nossa, valeu as dicas carol, estamos indo para Belgica em julho.. adorei a tua experiência :)

Anônimo disse...

Boa tarde,

Aonde você bebeu a Westvleteren em bruges?

Obrigado e parabéns pelo post

Romulo Leonardo disse...

Olá Carol, parabéns pelo conteúdo e pela clareza das informações!!!!!!!!!

Por gentileza, poderias me informar quanto ao (item quantidade para retornar ao Brasil) busquei informações e somente encontre quanto ao peso. Tem alguma restrição quanto a itens?

(Tenho a intenção de trazer o máximo, possível, de copos das cervejas que beberei)
Grato
Romulo

Sonia Regina Rocha Rodrigues disse...

Fotos lindas! Parabéns pelo blog.Adorei a Bélgica, as cervejas, os chocolates e um lugar muito especial chamado mini-mundo, em Bruxelas, que recomendo, é uma maneira bem legal de começar sua viagem pela Europa.

Carol Vieira disse...

Recebi algumas perguntas sobre a quantidade de cerveja que pode trazer: Hoje são 12 litros.
Qualquer dúvida, pode entrar no site da Receita Federal.

Eduardo Gonçalves disse...

Prezada, terei 2 dias na Bélgica, pode me indicar as duas melhores cidades? Bruges e Bruxelas ou Bruges e Gent?

Obrigado

Anônimo disse...

Belas fotos Carol, parabéns!
Estamos pensando ficar na Bélgica três dias em agôsto e aproveitar para conhecer Bruges e Gent, você acha que vale a pena se basear em Bruxelas? Li alguns comentários que Bruxelas não é muito legal. Procede essa informação?
Sueli

Carol Vieira disse...

Olá Eduardo,
Se você tem dois dias na Bélgica, sem dúvida nenhuma dedique os dois dias para Bruges. É a mais linda, romântica, com muitas cervejas especiais, restaurantes deliciosos e muito agradável de caminhar.

Carol Vieira disse...

Olá Anônimo,
Obrigada pelo elogio, rs.
Para ser bem sincera nós odiamos Bruxelas. Nem parece Europa e muito menos Bélgica... É feia, suja, cheiro horrível, metrô horroroso e muitas pegadinhas para turistas. Além disso, lá você não bebe tantas cervejas especiais e nem consegue comprar cervejas/copos assim.
Eu não tenho dúvidas em dizer: fiquei em Bruges! Lá sim é lindo, com restaurantes maravilhosos, várias lojas com ótimos preços para comprar cervejas e copos.

Karin disse...

Olá!!!! Adorei seu post!!!! Vou pra Belgica em outubro e passarei duas noites por lá... Estava na dúvida sobre qual cidade ficar, mas depois do post, acho que já decidi... rsrsrs... Porém, gostaria de dar uma espiadinha também em Gent e Bruxelas, o que vc me sugere? Obrigada!!!!

Caroline Serafim disse...

Oi querida, estou planejando uma viagem para Europa com o roteiro na Belgica bem parecido com o seu!
Adorei suas fotos e as dicas do tour cervejeiro!

Abraços

Anônimo disse...

Oi estou indo p bruxelas rumo Amsterdan....tenho 2 dias na Bélgica.....pensei em sair de Bruxelas e ir até bruges e de bruges pegar trem até antuerpia e de lá seguir p amsterdan. Fica mais perto do que eu ir de Bruxelas p bruges e voltar p bruxelas e seguir p amsterdan??

Unknown disse...

Olá!! Gostei muito das sugestões! Se me é permitido perguntar onde ficaram em Bruges?
Obrigada pela partilha
Isabel

Paulo Roberto disse...

Muito Legal Carol ... Abriu minha sede, pena que minha esposa prefere os vinhos do que as cervejas. Mas teremos tempo para ir a Paris.Vou vir de trem de Amsterdam para Bruxelas e 4 dias inteiros na Bélgica. O que você me recomenda ? Pernoitar na primeira noites em Bruxellas e seguir para Bruges ou ir direto para Bruges e passar uma noite na volta em Bruxellas ? Para conhecer Grant posso ir de Bruges ? Quais os hoteis que você ficou ? Obrigado !!

Unknown disse...

Olá Carol, estava procurando na internet onde beber a Westvleteren em Bruges, vc se lembra em qual bar/pub encontrou? pq sei q e rara de encontrar até por lá. Obrigada!!!

Postar um comentário