29 de agosto de 2012

6

Risoto de camarão com alho negro e harmonizado com a cerveja Brooklyn Sorachi Ace

Eu adoro risoto e essa receitinha ficou muito boa. Harmonizamos com uma boa cerveja e caiu como uma luva. Não são todas as cervejas que combinam, mas essa especialmente é uma ótima combinação.

Comprei camarão cinza grande e fresco. Sempre peço para a pessoa limpar, então já trago tudo prontinho para casa. Sempre peço que tire a cabeça do camarão e que coloque em um saquinho separado para levar para casa.

Antes de começar a fazer o arroz, eu coloco uma colher rasa (sopa) de margarina/manteiga na panela com fio de azeite. Assim que derreter eu coloco os camarões e o tomilho.
Este camarão ficará vai dar uma leve rosada e você já tira. Nada de deixar muito tempo, porque ele ainda vai para o arroz e não pode passar do ponto, ok?

Assim que ficar levemente rosado você desliga o fogo e tire os camarões. Reserve.

Eu faço o caldo com a cabeça do camarão, fica delicioso. Em 2 litros de água eu coloco as cabeças dos camarões, uma cebola roxa cortada ao meio, uma cenoura, tomilho e sal.
Deixo ferver bastante. Depois de ferver bastante eu abaixo o fogo e deixo o caldo sempre quente para ir colocando no risoto.

Na mesma panela que puxo os camarões na manteiga eu faço o arroz. Coloco um fio de azeite na panela, acrescento cebola picadinha, depois o arroz arbóreo. Deixo dar uma fritadinha, depois coloco 2 xícaras de vinho branco seco e mexo. Deixo dar uma leve secada e depois acrescento o caldo de camarão.
Na hora de acrescentar o caldo, pegue-o com uma concha e passa o caldo na peneira. Não coloque direto, porque pode ir pedaço da cabeça, cabinho do tomilho e não é legal.
Vai mexendo e acrescentando o caldo de camarão. Não deixe secar demais para acrescentar o caldo, ok?
Assim que estiver quase pronto, você acrescenta os camarões, o alho negro e o tomilho.

Assim vai seguindo até que o arroz fique cozido, mas não pode deixar mole demais. Vai experimentando para não passar do ponto, caso não tenha experiência. O grão do arroz tem que ficar al dente e cremoso.

Ficou delicioso e para servir polvilhei um bom parmesão ralado.






Cerveja levemente turva com uma espuma alta. Aroma cítrico e seco. Sabor é delicioso, onde o amargor é moderado, cítrico, seca a boca e com duração prolongado.



Beijos :o)

25 de agosto de 2012

4

Hambúrguer de Salmão

Todo mundo sabe que comer peixe é super saudável né? Só que muitos reclamam que não tem muitas idéias de como prepará-los.
Eu já dei várias idéias aqui e essa é mais uma. Vamos comer saudável e com sabor??

Renderam 4 hambúrgueres grandes.

500g de filé de salmão
1/2 cebola picada (usei a roxa)
Suco de 1/2 limão siciliano
Alho picadinho a gosto
Salsinha a gosto
1 colher (sobremesa) de mostarda
Pimenta a gosto
Sal a gosto
Cominho em grãos a gosto
Gengibre em pó a gosto
Pimenta moída na hora a gosto
3 a 4 colheres (sopa) de creme de ricota light

Modo de preparo:

Primeiro você pica o salmão bem picadinho, transfere para uma vasilha grande e acrescente todos os outros ingredientes.
Após acrescentar os ingredientes, mexa bem para fica tudo incorporado. Molde com as mãos os hambúrgueres. A massa vai ficar meio mole, mas é assim mesmo... Os hambúrgueres serão moldados de uma forma rústica.
Leve a geladeira por 30 minutos ou até a hora do preparo.
Coloque-os em uma forma untada, leve ao forno em 180 graus até dourar.

Pode ser servido com salada, legumes ao vapor, arroz integral...

Os ingredientes para o tempero poderão ser alterados conforme sua preferência.




Beijos :o)



18 de agosto de 2012

19

Blogagem Coletiva: Emalte + Novela Favorita e ausência para viagem.

Olá pessoal, tudo bem?

Semana que vem ficarei ausente, pois vou fazer uma viagem com meu marido. Será para um lugar lonnngeee, isola e místico. Onde será hein??? rs.  Vai ser muito legal! Assim que chegar eu faço um post para contar detalhes.
Ainda bem que deu tempo para participar do BC, pois o tema é muito bom.

Eu gosto de novelas, mas não deixo de sair, de conversar para ficar assistindo. Eu deixo a TV ligada e vou ouvindo, mas confesso que muitas vezes desligo para poder conversar melhor.

Eu lembro da primeira novela que acompanhei e ameeei que foi a Top Model. Como eu adorava!! Minha tia tinha o disco (isso mesmo disco) da novela, onde a Suzy Rego era a capa. Na capa ela aparecia com uma unha bem grande e quadrada que eu a desejava cada momento. Sonhava em ter uma unha daquela quando ficasse grande, mas nunca consegui, hehehe. Vamos combinar que não é nada prático, rs.




Outra que foi uma novela que me encantou foi a História de Amor. Que novela linda e gostosa... Saudades!

Enfim, hoje eu até acho a novela Avenida Brasil legal, mas também acho uma novela tensa, cheia de brigas e muita gritaria...

A minha favorita no momento é a novela Amor Eterno Amor. Novela calma, espiritualista e com amor.

O esmalte que estou usando é: Noite Africana da Colorama. Achei lindooo demais!

Se quiser participar do BC, basta acessar o blog da Fernanda Reali e lá vai ver como pode participar.
http://www.fernandareali.com




Beijos :o)


13 de agosto de 2012

2

Cervejas: Brooklyn Monster Ale, Anderson Valley Brother David Double, Harviestoun Brewery Mr Sno'Balls e Brooklyn Black Chocolate Stout

Quem me acompanha aqui sabe que gosto muito de degustar cervejas especiais. Meu companheiro de todas as degustações, comparações e conversas variadas durante cada uma delas é simplesmente meu marido, rs.
Incrível, mas nosso paladar combina de verdade. Quando degustamos a cerveja um já olha para o outro e sempre a opinião é a mesma. Nosso hobby preferido é esse, delícia né?

Eu prometo que voltarei com outras tantas cervejas que já conheço e com futuras que estão na lista, rs.

Hoje venho apresentar 4 cervejas especiais deliciosas. Começamos sempre com aquela que tem menos álcool e mais leve.


Brooklyn Monster Ale: Tem a cor acobreado, com espuma moderada / constante, e baixa carbonatação.    Você sente bem o malte, com toque de caramelo, meio aveludado e com o lúpulo bem forte. Uma excelente cerveja.





 Anderson Valley Brother David Double: Começando pela cor posso dizer que é linda. Escura, meio avermelhada e pouca espuma. Tem o aroma de frutas vermelhas e açúcar queimado... O sabor é de café com vinho do porto, onde sente levemente o amargo no final o qual persiste.
Mais uma cerveja boa!


Harviestoun Brewery Mr Sno'Balls: Antes de mais nada acho linda a tampinha desta cerveja, hehehe.
Cor marrom escuro e levemente avermelhada , com espuma branca e baixa carbonatação. O aroma revela notas tostadas do malte e com um toque de fermento onde lembra pão.
Sabor de início é adocicado do malte, depois você sente um meio lupulado cítrico e com o final de torrado. Cerveja boa, complexa e vale muitoo a pena! Sempre que dá eu gosto de degustá-la!


Brooklyn Black Chocolate Stout: Para finalizar como sobremesa escolhemos neste dia esta deliciosa cerveja.
A cor é incrível, bem preta, intensa e com uma boa carbonatação. O aroma é bem forte de café, chocolate e toffee. O sabor  é incrível, liquido meio licoroso, aveludado, um leve sabor de frutas vermelhas, mas o que fica predominante mesmo é o chocolate e café.
Ótima opção para sobremesa!

Lembrando que:
1o Devemos beber com moderação;
2o Se beber não dirija;
3o Nunca beber com o estômago vazio, porque o álcool vai subir rapidamente e a tendência de não se sentir bem depois é grande. Então comer antes de beber é uma boa dica;
4o Como essas cervejas geralmente são fortes, aconselho que mesmo comendo antes de beber é bom petiscar algo durante toda a degustação. A melhor coisa para comer durante todo o tempo e sem estragar o paladar é simplesmente pão.

Beijos :o)

11 de agosto de 2012

7

Blogagem Coletiva: Esmalte + Livros

Esse é um ótimo tema, porque eu simplesmente adorooo livros. Sempre tenho que estar lendo um... Sou daquela que antes de terminar um já estou pensando em qual ler depois, rs.

Comecei a ler este livro ontem e estou gostando.

Meu esmalte é: Boneca de luxo da Impala. Fiquei encantada com o tom de vermelho!



Se quiser participar da blogagem coletiva, basta acessar o site da Fernanda Reali e ver como participar.
http://www.fernandareali.com

Beijos e um lindo final de semana :o)

6 de agosto de 2012

6

Viagem: Nova Zelândia (Auckland, Rotorua e Waitomo)

Continuando o post sobre minha viagem pela Oceania. Já falei sobre Sydney e agora vou falar neste último post sobre Auckland.

Saímos de Sydney e depois de 3 horas estávamos em Auckland. Os brasileiros precisam de visto para entrar no país, mas o visto é dado na hora. Por este motivo, são feitas várias perguntas na hora da imigração como:
Quanto tempo vai ficar no país?
Vai alugar carro?
Tem roteiro pronto? Quero vê-lo.
Qual é o motivo da viagem?
E assim outros perguntas também foram feitas e tudo deu certo!

Auckland é um lugar delicioso, mas você vai gostando aos pouco, bem diferente de Sydney que você já ama assim que sai do aeroporto.
Auckland vai te conquistando aos poucos e quando você vê não dá mais vontade de ir embora.
Em Auckland o tempo é muito dinâmico. Na mesma hora que o céu está azul, você já começa a ver nuvens pretas vindo do mar. Como venta bastante o tempo é inconstante e sempre cai uma chuvinha, então é bom ir preparo para isso.
A cidade é limpa, segura, calma e sem muito agito. Fomos no mês de maio, é meio frio e não passa muito de 15 graus.
Auckland tem 1,5 milhões de pessoas, isto é, pequeno para uma ex capital e maior cidade da Nova Zelândia.
Como venta muito a cidade é conhecida como a cidade da vela e também é conhecida por ter a maior marina do hemisfério sul. Outra curiosidade é que Auckland é um local com muita concentração de vulcões inativos.
Existem 15 vulcões na cidade de Auckland e 35 vulcões na província, onde todos estão extintos e sem probabilidade de voltarem a ficar ativos. :o))))

Como sempre, chegamos e era já bem no final do dia, mas deixamos nossas coisas no hotel e fizemos o reconhecimento da área. Andar no Viaduct District, Fish Market e andamos também pela Queen Street.

Para variar é mais um local que andar a pé é a melhor dica. E olha que andamos hein??? Fomos andar pelo bairro de Parnell, que é o bairro mais tradicional de Auckland, que por sinal é muito fofo e parece que com cidade de Canelas no Sul do Brasil.

Vimos uma igreja com o maior vitral do hemisfério Sul e tivemos sorte que ela estava aberta, caminhamos até o Parque das Rosas e depois de lá fomos até o Monte Eden Garden onde é um vulcão extinto e o ponto natural mais alto de Auckland.

Visitamos o museu de Auckland, onde conta a história dos países polinésios. Lá você vai ver fotos e história sobre os vulcões, sobre vestimentas, utensílios, animais, etc. Ele é bem grande, completo e interessantíssimo.

Haja fôlego para subir até Monte Eden Garden, mas depois que você chega tudo compensa. A vista é linda e inacreditável de imaginar que ali lavas de fogo eram lançadas...
Deu para ver um pôr do sol bem lindo e depois conhecemos a cervejaria Galbraith Brewering. Estava muito frio e lá dentro estava cheio, com lareira, boas cervejas e uma comida deliciosa. Ficamos até tarde curtindo este momento e conhecendo as ótimas cervejas que tinham neste lugar.



















Compramos o ticket para subir na Sky Tower o qual dá direito de subir várias vezes no dia e se você paga um pouco a mais tem direito de subir também a noite. Vale a pena subir a noite, porque ver a cidade lá de cima, com as luzes é muito lindo. Pagamos para subir no deck que é o lugar mais alto, que eu indico porque além de ter menos visitantes o formato dos vidros são diferentes, facilitando assim para tirar fotos.

Pegamos um ônibus e fomos até Mission Bay. Foi muito gostoso andar por lá, curtir a orla e aproveitamos para almoçar em um restaurante com uma lareira deliciosa para nos aquecer, já que estava frio lá fora. Mission Bay é um lugar muito agradável que vale a pena conhecer.
De lá fomos até o aquário Kelly Tarlton's Antarctic Encounter. A maior atração do aquário são os pinguins Imperador. Nossa, que emoção! Como são lindos!
Eles são gigantes, vivem abaixo de -50 graus... Imaginam soltos na natureza??? Passamos por uma experiência incrível este dia, porque ouve-se falar muito deles, já vimos pela televisão, fotos, mas pessoalmente são demais!



















Neste dia foi meu aniversário e comemorei duas vezes, já que o fuso é tão distante que enquanto em Auckland era sábado (meu aniversário), no Brasil era sexta-feira. Ainda bem que a idade aumentou apenas uma vez né? rsrs.

Fomos comemorar na noite de Auckland e é bem agitada, com vários restaurantes deliciosos.

Tiramos um dia para ir até Rangitoto Island. O ferry saiu bem cedo, preferimos assim porque depois iriamos conhecer Devenport.
O ferry deixa o grupo lá e vai embora. Tem só 2 ferries para levar embora da ilha, então muito cuidado para não perdê-lo, porque se perder o último ferry você ficará lá. Lembrando que não tem estrutura nenhuma na Rangitoto Island, então você passará a noite no frio e sem comida.
É indicado levar uma blusa, água e uma fruta porque lá não tem nada para vender. Inclusive é bom ir bem confortável, sem salto por exemplo, porque o chão é todo irregular com pedras vulcânicas. Eles avisam muito bem sobre a volta e são bem enfáticos na questão de que se perder não terá como ir buscá-lo!

Chegando em Rangitoto você já sente que está em um lugar incrível e primitivo. Fizemos nossa caminhada de 1 hora até chegar no topo do vulcão extinto e durante todo o trajeto tem placas com explicações. O mais legal é que como o lugar é muito preservado você caminha nas pedras pretas vulcânicas com o chão todo irregular. Magnífico!
O solo é muito fértil que árvores e plantas cresceram viçosas. Este vulcão existe a cerca de 600 anos e só depois de mais ou menos 200 anos começaram a nascer vegetação. A Ilha é muito preservada e considerada sagrada pelos maioris.

A vista lá de cima é linda demais. Ficamos contemplando e fomos abençoados por um dia lindo, com céu azul e sol. As fotos ficaram perfeitas!

Depois de curtir a ilha, saímos de lá no horário marcado e descemos do ferry em Devenport.
Devenport é um bairro muito gostoso, com casinhas lindinhas, vida calma e tem uma rua central onde é bem movimenta, cheias de restaurantes e lojas de artesanato.
Tem uma pub delicioso nesta rua e óbvio que paramos para beber algumas ótimas cervejas e comer algo.
Neste bairro de Auckland tem vulcões extintos também, mas já descaracterizados. Mesmo assim vale subir pela vista!











Tiramos mais um dia para visitar Rotorua e Waitomo. Contratamos um tour ainda no Brasil para este dia que é a empresa NZBR. Falamos com o Flavio que é um brasileiro bem simpático.
O tour foi perfeito, tudo dentro do horário. Este passeio leva o dia todo, saímos 06:30 e voltamos 18:30. Tivemos sorte de ter nós e mais um casal, então curtimos muito o tour.
Quem quiser conhecer melhor o bom mesmo é se hospedar em Rotorua, já que a cidade é linda, cheia de hotéis, muita história e enxofre para todos os lados, rs.

O tour nos levou para um parque em Rotorua, onde tem uma vila dos maioris. É impressionante ver lagos que a água borbulha de tão quente, chegando de 85 graus até 100 graus.
O chão de terra onde pisávamos era quente, alguns lugares tinham lamas que borbulhavam... Fumaça por todo lado e o cheiro de enxofre também.
O cheiro é ruim claro, mas nada impossível... Fica mais intenso quando passa perto da fumaça, mas fora isso o cheiro é suportável.
Os maioris cozinham ovos, milhos, na água quente e eles embrulham a comida e colocam em buracos com tampa... O vapor cozinha muito rápido.
Até o cemitério é diferente porque os corpos não são enterrados dentro de um buraco e sim são colocados sob a terra e cobertos com concretos. Totalmente impressionante e uma experiência incrível. Vimos uma apresentação de dança dos maioris e almoçamos a comida típica deles. Tudo muito bom!

Depois o tour nos levou para Waitomo, onde faríamos uma parada na Caverna de Waitomo para conhecer as Glow Worn Caves.
Nesta caverna tem vermes que ficam acesos na escuridão. Uma luz azul linda que parecem até luzes de led. Ficamos impressionados com a beleza e pensando, como a natureza é perfeita!!!

A visita na caverna é guiada, você anda pelas partes onde tem estalactites e estalagmites, depois entramos em uma canoa totalmente no escuro, onde o guia vai nos levando para onde estão estes vermes. O silêncio tem que ser quase absoluto, porque eles podem se assustar e apagar a luz como defesa.
As luzes enchem os olhos! Tudo em sua volta para e você só observa não querendo acreditar no que vê de tão perfeito!

No caminho de Rotorua para Waitomo o guia passou na casa do Kiwi para conhecermos. Kiwi é um pássaro muito importante deles, o qual tem um hábito noturno, não tem asas para voar e o seu ovo é maior que de um avestruz, sendo que ele é bem menor.
















Nossa viagem foi maravilhosa, cheia de novidade e incrível. Valeu muito ter viajado para tão longe e se puder um dia ainda voltaremos!


Beijos :o)